Reformulada segundo as normas definidas para os periódicos científicos, a nova edição da Revista Justiça Eleitoral em Debate (RJED) foi publicada nesta quarta-feira (12).  A revista traz 14 artigos acadêmicos, três ensaios e uma entrevista sobre as eleições com os desembargadores Carlos Eduardo da Fonseca Passos, presidente do TRE-RJ, e Carlos Santos de Oliveira, vice-presidente da Corte e corregedor regional eleitoral.

Iniciativa da diretora da Escola Judiciária Eleitoral do Rio de Janeiro (EJE-RJ), desembargadora eleitoral Maria Aglaé Tedesco, o projeto de reestruturação editorial alterou ainda a periodicidade da revista, que passa a ser semestral. Na mensagem inaugural da nova edição, a desembargadora redigiu que  o objetivo de adequar a revista ao formato de periódico científico era o de "contribuir com o debate de alto nível sobre políticas públicas, Direito Eleitoral e direitos de cidadania".

Para cumprir as regras nacionais de publicação científica da Fundação CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), a EJE-RJ contou com o apoio voluntário de 14 pareceristas, todos acadêmicos com titulação de doutorado ou mestrado. Também foi incorporado ao Conselho Editorial da RJED um conjunto de professores de Programas de Pós-Graduação de diversas universidades do país.

Selecionados em avaliação às cegas de dois pareceristas, os artigos são de autoria de pesquisadores nacionais e estrangeiros, além de contemplar um espaço de incentivo à divulgação da pesquisa de jovens graduandos. Acesse a nova edição no link: http://www.tre-rj.jus.br/eje/jsp/download_arquivo.jsp?id=145094